Algumas pessoas ainda não sabem que o etanol tem maior octanagem do que a gasolina. Isso significa que o etanol é um combustível com maior pressão dentro da câmara de combustão do motor.

A consequência dessa propriedade é que, como o etanol é mais resistente ao aumento da pressão e da temperatura (sem detonar), possibilita que os motores flex operem com taxas de compressão maiores, o que faz aumentar a potência e desempenho dos veículos.

No próprio manual dos carros com motores flex os proprietários podem observar as diferenças de potência de acordo com o combustível. Com etanol, a potência é sempre um pouco maior. A mistura de etanol à gasolina acontece, inclusive, para aumentar a octanagem. Neste caso, o etanol funciona como um antidetonante.

Mesmo a gasolina de alta octanagem (gasolina premium) não oferece a mesma potência que o etanol. O melhor resultado para o etanol se dá pela estratégia usada na construção dos motores flex. Os modelos mais recentes da geração flex operam com taxa de compressão alta e com o sistema turbo, o que favorece a utilização do etanol com mais oxigênio para a combustão.